A importancia DOS EFEITOS PRÓ-Ativos E PARADOXAIS FAZER HHG / cortisol; CRESCER LINEAR Infanto-Juvenil; DR.CAIO.

agende-consulta-atualizada

OS EFEITOS PRÓ-Ativos E PARADOXAIS FAZER HHG / cortisol; CRESCER LINEAR Infanto-Juvenil; DR.CAIO. A liberação do GH pituitaria Pela glândula (adeno-hipófise) foi dispersa atraves das Células em RESPOSTA um …

Fonte: A importancia DOS EFEITOS PRÓ-Ativos E PARADOXAIS DO HHG / cortisol; CRESCER LINEAR Infanto-Juvenil; DR.CAIO.

PageRank

Featured Image -- 5616

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: O CONTROLE INTENSIVO DA PRESSÃO ARTERIAL. DR. CAIO JR. ET DRA. CAIO.

telefones-novos-clinica-em-gif

 

CRESCIMENTO IN FOCO

Uma nova meta-análise (análise de dados com o resultado de dados de vários estudos) intensiva examinou a redução da pressão arterial em diabéticos e encontrou uma clara redução dos casos de risco de ocorrência de infarto do miocárdio um tempo após a manutenção da pressão arterial mais baixa. Este achado é de grande importância e alivia as preocupações dos profissionais de saúde quanto ao risco de eventos coronarianos. O controle intensivo da pressão arterial, pelo menos para a meta atualmente recomendada para o diabetes mellitus tipo 2 que é de 130/80 mm Hg – é uma abordagem terapêutica segura. Os resultados da nova análise – que incluiu 31 ensaios de intervenção envolvendo quase 74. 000 pacientes, entre os quais cinco ensaios voltados especificamente para o controle da pressão arterial mais justo contra a pressão arterial menos justa em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. O nível médio encontrado nos ensaios…

Ver o post original 685 mais palavras

Featured Image -- 5612

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA – NUTRIÇÃO: UMA DIETA RICA EM AZEITE DE OLIVA PODE REDUZIR O RISCO DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL EM IDOSOS. DR. CAIO JR. ET DRA. CAIO.

telefones-novos-clinica-em-gif

CRESCIMENTO IN FOCO

O azeite de oliva é um dos principais ingredientes da Dieta do Mediterrâneo, que apresenta relação inversa com a doença aterosclerótica. O efeito cardio-protetor dessa dieta tem sido atribuído em grande parte, à formulação exclusiva do azeite de oliva virgem. O alto teor de ácidos graxos monoinsaturados e de compostos fenólicos, especialmente oleuropina e o hidroxitirosol, está relacionado a ações antiaterogênicas, como redução dos níveis de colesterol no sangue, redução da agregação plaquetária e diminuição da expressão de moléculas de adesão. Não existe grande variação no teor de ácidos graxos monoinsaturados no que se refere à qualidade de azeite, contudo a maior concentração de compostos fenólicos está no azeite extra virgem, obtido a partir de todo o fruto por meio da primeira prensa física a frio.

Estudos realizados com idosos que tem o hábito de introduzir o azeite de oliva extra virgem na alimentação diária está associado a uma menor incidência de desenvolver

Ver o post original 387 mais palavras

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA – NUTRIÇÃO: UMA DIETA RICA EM AZEITE DE OLIVA PODE REDUZIR O RISCO DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL EM IDOSOS. DR. CAIO JR. ET DRA. CAIO.

telefones-novos-clinica-em-gif

ESTUDOS Realizados COM Idosos QUE TEM O Hábito DE INTRODUZIR O AZEITE DE OLIVA EXTRA VIRGEM NA ALIMENTAÇÃO diaria ESTÁ Associado A UMA MENOR incidencia DE DESENVOLVER ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (AV …

Fonte: Endocrinologia – NEUROENDOCRINOLOGIA – NUTRIÇÃO: UMA DIETA RICA EM AZEITE DE OLIVA PODE Recolher O RISCO DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL EM Idosos. DR. CAIO JR. DRA ET. CAIO.

Featured Image -- 5608

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: ADULTOS COM DIABETES PODEM TER MEDO DE SE LESIONAR COM A ATIVIDADE FÍSICA. DR. CAIO JR. ET DRA. CAIO.

telefones-novos-clinica-em-gif

CRESCIMENTO IN FOCO


Caminhar é a forma preferida de atividade física dos diabéticos, mas de qualquer forma as pessoas com diabetes andam menos do que pessoas sem diabetes, muitas vezes citando o medo de se machucarem durante a caminhada. Na longevidade futura a atividade física é um pilar importante para o tratamento do diabetes, mas as pessoas com diabetes praticam atividade física menos moderada e vigorosa do que quem não é diabético. Em contraste, se as diferenças na forma de caminhar existirem, têm sido pouco estudadas. As barreiras específicas do diabetes para intensificar a atividade física são uma possível explicação para menor atividade física moderada e vigorosa nos diabéticos. A hipótese é que, as pessoas com diabetes caminhariam menos de forma moderada ou vigorosa e seriam menos propensos a intensificar a atividade física, se as barreiras fossem teoricamente ausentes como nas pessoas sem diabetes. Foram selecionados aleatoriamente 1.848 adultos e questionados…

Ver o post original 533 mais palavras

Endocrinologia – NEUROENDOCRINOLOGIA: ADULTOS COM DIABETES PODEM TER MEDO DE SE lesionar COM A Atividade Física. DR. CAIO JR. DRA ET. CAIO.

telefones-novos-clinica-em-gif

A POUCA PRÁTICA DE Atividade Física EA Preocupação EM PRATICA-LA, PRINCIPALMENTE EM Idosos Diabéticos SE CONSIDERARMOS A Longevidade FUTURA da População EM GERAL. Leia mais: reposicaohormonal2.blo …

Fonte: Endocrinologia – NEUROENDOCRINOLOGIA: ADULTOS COM DIABETES PODEM TER MEDO DE SE lesionar COM A Atividade Física. DR. CAIO JR. DRA ET. CAIO.

Featured Image -- 5604

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: O HGH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO É UM DOS HORMÔNIOS PRODUZIDOS TAMBÉM POR HUMANOS. DR. CAIO JR. ET DRA. CAIO.

CRESCIMENTO IN FOCO

Tem-se observado que o início da deficiência do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina)na idade adulta ganhou evidência, possivelmente, com o aumento da morbidade e mortalidade. Este fato , o aumento da morbidade e da mortalidade ocorreu, por outras aplicações não menos importante para o ser humano, e só passou ocorrer com o advento da engenharia genética, quando foi possível eliminar o fator identificador,de quem pertencia o extrato de hipófise humana que anteriormente se usava, tão somente, em casos extremos para crescimento;  com tal ocorrência, e o  com o advento do DNA- RECOMBINANTE, onde se eliminou do DNA do hormônio humano , alterou- se em laboratório, sendo eliminado o fator de rejeição, que levava a uma doença proteica e prejudicial ao SNC, Príons. Desta época para cá, nos mais de 25 anos que se passaram, não foi descrito nenhum caso deste tipo de problema através de pesquisas cientificas e prospectivas, mas…

Ver o post original 365 mais palavras

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: O HGH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO É UM DOS HORMÔNIOS PRODUZIDOS TAMBÉM POR HUMANOS. DR. CAIO JR. ET DRA. CAIO.

telefones-novos-clinica-em-gif

DURANTE A VIDA FAZ TODA A Diferença. NÃO DEVEMOS PENSAR QUE APENAS OS Hormônios Sexuais DECLINAM COM O PASSAR DO TEMPO; TODOS OS Hormônios SÃO LEVADOS AO EFEITO DOMINÓ PROVOCADO PELA IDADE, E NO CA …

Fonte: Endocrinologia – NEUROENDOCRINOLOGIA: O HGH Hormônio de Crescimento E UM DOS Hormônios PRODUZIDOS TAMBÉM POR HUMANOS. DR. CAIO JR. DRA ET. CAIO.

Featured Image -- 5600

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A DEFICIÊNCIA DE TODOS OS HORMÔNIOS INCLUSIVE O HGH- HORMÔNIO DE CRESCIMENTO. DR. CAIO JR. ET DRA. CAIO.

CRESCIMENTO IN FOCO

Ao se fazer um estudo prospectivo, sobre a associação em adultos com sobrepeso com intolerância à glicose, tem um risco que pode variar por uma gama muito extensa de 10 a 50% de desenvolver diabetes por ano e logicamente este fator amplo ocorre devido a vários problemas que podem acompanhar esta disfunção metabólica, e a resistência à insulina, é uma causa importante de progressão para diabetes nestes indivíduos. A perda de peso tem se mostrado como a melhor e mais eficiente arma para melhorar a sensibilidade à insulina e prevenir ou retardar a progressão para o diabetes. Segundo estudos recentes, a melhora da sensibilidade à insulina, no sentido de ajudar ao paciente evitar este grave problema, é a eficiência na perda de peso que está intimamente ligado à redução do tecido adiposo visceral ou gordura intra visceral, à diminuição do depósitos de tecido adiposo( gordura) intra-abdominal que inclui gordura entre…

Ver o post original 517 mais palavras